domingo, 4 de novembro de 2007

Mulher Carioca

(Perspectives II - Sergei Firer)
.
.
.
MULHER CARIOCA
(André L. Soares)
.
Soltou cabelos ao vento, em Copacabana,...
vestida de verão, nas cores de Ipanema;
sorveu raios de sol, pela pele morena,...
brilhando no calçadão, por toda semana.

Faiscando juventude, olhos soltando chamas,
pernas lindas, coxas grossas, na saia pequena,...
a voz suave da ainda menina, quase ingênua,
entoava belos sonhos de glamour e fama.

Quem sabe algum poeta lhe cantasse a beleza;
pensando nisso, olha pro Redentor e reza,
ajusta a roupa e o passo, acerta o rebolado.
 
Sensual, displicente, parece até que é sábado!
Com um sorriso que afirma que a vida é bela,
vai deslumbrando a todos que passam por ela.
.
.

.

9 comentários:

  1. as cariocas tem um jeitinho maroto só delas....... :o)

    beijos, querido e obrigada por suas observações e comentário gentil no Fina Flor.

    sinta-se em casa, por lá e volte sempre que quiser.

    beijos e boa semana,

    MM.

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Vim agradecer uma visita feita ao meu blog, há muito tempo... (Julho)
    Só agora tive tempo para ler os comentarios anteriores e agradecer.
    Beijinho*

    ResponderExcluir
  3. Boa descrição.
    As cariocas são assim.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. As cariocas arrasam, não é só porque eu sou carioca que eu tô falando isso, mas todas as cariocas que conheço são simpáticas e possuem um jingado indescritível *-*

    ResponderExcluir
  5. Belissimo retrato da mulher carioca

    Parabens é um belo soneto

    ResponderExcluir
  6. ola André gostei de encontrar vc aqui no twitter ,belo poema , a paz

    ResponderExcluir
  7. Sou carioquíssima e assumo meu rebolado, então, obrigada pela parte que me toca...rsrsrs
    Estou linkando o seu poema no meu blog Mulheres que Pecam , pq acho que a sua homenagem à sensualidade da mulher carioca tem tudo a ver com a proposta do blog.
    Alias, lindo o seu blog, hein... parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Visitando.
    Agradecendo.
    Apreciando:
    Lindo o seu poetar.
    Vanda.

    ResponderExcluir