segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Xadrez

(Bishop Takes - M. L. Walker)
.
.
.
XADREZ
(André L. Soares)
.
Para a frente, primeiro, movem-se os peões:
aberturas lógicas, saídas consagradas,
preparam-se assim as fantásticas jogadas,
na oitava casa tentam ganhar promoções.
 
Em apoio, há as torres: dobradas, perigosas;
os cavalos, ao centro, ameaçam xeque duplo;
têm bispos que arquitetam, sem qualquer escrúpulo,
damas sempre fortes, hostis e poderosas.
 
Perseguido,... o rei vulnerável se debate:
contra ele estratégias, gambitos, armadilhas
e o tempo implacável sufoca o tabuleiro.
 
Vida em preto e branco a mostrar-se por inteiro:
tantas ambições, lindos lances, duras trilhas
e a morte, de ‘an passant’, a impor o xeque-mate.
.
.
.

domingo, 4 de novembro de 2007

Mulher Carioca

(Perspectives II - Sergei Firer)
.
.
.
MULHER CARIOCA
(André L. Soares)
.
Soltou cabelos ao vento, em Copacabana,...
vestida de verão, nas cores de Ipanema;
sorveu raios de sol, pela pele morena,...
brilhando no calçadão, por toda semana.

Faiscando juventude, olhos soltando chamas,
pernas lindas, coxas grossas, na saia pequena,...
a voz suave da ainda menina, quase ingênua,
entoava belos sonhos de glamour e fama.

Quem sabe algum poeta lhe cantasse a beleza;
pensando nisso, olha pro Redentor e reza,
ajusta a roupa e o passo, acerta o rebolado.
 
Sensual, displicente, parece até que é sábado!
Com um sorriso que afirma que a vida é bela,
vai deslumbrando a todos que passam por ela.
.
.

.